Janaina, sobre a Alesp: “Não existe discussão em plenário. Não existe debate”

Como esperado, Janaina Paschoal não conseguiu eleger-se presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo.

Na entrevista à Crusoé desta semana, ela disse que, do jeito que a Assembleia funciona, não são necessários 94 deputados. “Vinte seriam suficientes, porque tudo é decidido pelo colégio de líderes”:

“Hoje, da maneira como a Casa funciona, não são necessários 94 deputados. Vinte seriam suficientes. Isso porque tudo é decidido pelo colégio de líderes. Não existe discussão em plenário. Não há debate. No colégio de líderes, cada partido tem um lugar. A desproporcionalidade é gritante. O PSL elegeu 15 deputados, sendo que eu tive 2 milhões de votos. Mas nós teremos só uma cadeira nesse colégio de líderes. Outro partido, que só conseguiu eleger um deputado, com cento e poucos mil votos, também terá um lugar no colégio de líderes. Então os 4 milhões de votos do PSL terão o mesmo peso de 100 mil votos de outro partido. Isso não é democracia. Não há nenhuma representatividade. Há deputados antigos, praticamente sozinhos, que mandam completamente na Casa. O regimento afirma que as decisões devem ser tomadas por consenso no colégio de líderes. Mas eles interpretam “consenso” como unanimidade. Acham que, para qualquer projeto ser levado a plenário, é necessário que todos os membros do colégio de líderes sejam favoráveis a ele. Quando o projeto chega ao plenário, o que acontece é uma ficção. Isso é muito grave.”

Leia a entrevista completa:

Ainda falta democracia

Janaina: Ainda falta democracia Leia aqui

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 71 comentários
  1. Os l-i-x-o-s esquerdóides comunistas dominam a ALESP desde Montoro, pelo menos, razão do governo de SP ser chamado de “A República São Paulo, bem vindo a este circo Janaína, infelizmente.

  2. Sempre fui a favor de São Paulo Livre (desmembrado do resto do pais) mas agora com essa “denúncia” da nobre Janaína de que a casa de lei paulista é uma baderna, sei não!

  3. Sempre fui a favor de São Paulo Livre (desmembrado do resto do pais) mas agora com essa “denúncia” da nobre Janaína de que a casa de lei paulista é uma baderna, sei não!

  4. A neófita Janaína está descobrindo que foi atirada num covil de malandros. A ALESP funciona desse jeito há muitos anos onde os novos são os últimos que palpitam e os primeiros que apanham…

  5. Prezada Janaina, boa tarde !! Da forma com que esta montado o “ambiente” dessa famigerada “aleSP” não veja e nem vislumbro QUALQUER semelhança com DEMOCRACIA !! Aquilo é um LIXO !!!

  6. Poderiam começar pela redução dos 513, fatídicos, que a Ditadura nos legou. Assim como tem Vereadores, que em 4 anos pede uma vez a palavra para solicitar que liguem o Sistema de refrigeração.

  7. A meu entendimento, assim como a LJ abriu a cx de pandora na assembleia legislativa do RJ, Janaina fará o mesmo, vai ser um tormento constante aos políticos profissionais. Amém Janaina, seja forte

  8. É nisso é que dar envolver nessa politica imunda, a mesma coisa está acontecendo com Sérgio moro, ele está sendo engolido por alguns ” ministros do stf” antes juiz, esses ministros morriam de

  9. Se reduzir p 20 em todas as UF, cortar pela metade o números de deputados Federais, senadores e vereadores, voltaremos a ter esperança no país.. Caso contrário é enxugar gelo….

  10. Janaina não esclareceu nada. Ela entrou na briga despreparada, sem apoios e parece não ter entendido que o jogo já estava jogado…agora no final do jogo…reclamar das regras?….sorry…too naive

    1. Que final do jogo, my Lord? A ALESP foi a última das câmaras estaduais a começar os trabalhos! E são 4 anos de mandato! Imediatismo não resolve problemas crônicos.

  11. parabéns drª Janaína, exponha essa malta em toda sua pequenes institucional, afinal acreditamos que a Srª vai fazer , pelo menos, muito ,mas muito barulho mesmo …………..pracimadeles

  12. Janaina, parole parole parole…a democracia de coalização e dos conchavos não será vencida assim…os caras se juntam e se elegem…o unico que conseguiu algo foi o criticado Onyx no senado..mexa

  13. 🇧🇷 Não existe políticos no Brasil só bandidos exceção para alguns senadores de primeiro mandato e deputados de primeiro mandato. Quanto ao STF são seis bandidos, corrupto que só prejudica

  14. Não precisa existir assembleias legislativas, câmaras de vereadores e nem senado. Já a câmara de deputados poderia ficar FECHADA POR 50 ANOS. NÃO precisamos de leis e já temos MUITOS FISCAIS.

  15. Para q o debate ocorra é necessário primeiro inteligência, raciocínio lógico e noção d necessidades básicas d coletivo. Quem ali representa primeiro a sociedade e depois os seus próprios inte

  16. Infelizmente, não conseguirá mudar nada, pois, “ uma andorinha só não faz verão”, e a deputada está só! Esse é o a democracia que temos para hoje, minha cara, o resto é mesmo uma ficção

  17. Senado, câmara, assembléias estaduais, câmara de vereadores, do país todo deveriam ser cortada pela metade o n° de integrantes. Na próxima eleição corta metade de novo. Aí sim, economia/efici

  18. Esse país está falido. Executivo não funciona, legislativo é uma várzea e o judiciário…bom…vejam o que o STF, minha educação e a moderação não permitem dizer o que é.

    1. Ela esclareceu o que ocorre na ALESP, e que ninguém sabia, não como advogada, mas como deputada. Espero que ela possa promover alguma mudança.

    2. O lado bom é que ela está revelando o que muitos ainda não sabiam, que é como funciona aquela casa e como agem aqueles, nos quais depositamos nossos votos de confiança. A política acabou.

    1. Faz isso c/ ela não, olha só os problemas q o Bolsonaro está enfrentando. Sugiro q políticos fiquem só 4 anos: uma vez só mulheres, outra só homens.