ACESSE

Janot: "Caberia investigação"

Telegram

Rodrigo Janot, em entrevista à Rádio Gaúcha, afirmou que ainda é cedo para falar em crimes cometidos por Jair Bolsonaro, mas defendeu que seja aberta uma investigação.

“O que houve foi uma declaração de um ministro. Ele faz algumas revelações que causam muita perplexidade. Para falar de imputação de crime, precisa aprofundar um pouco mais as afirmações”, disse o ex-PGR.

“A Constituição não permite a investigação do presidente por atos fora do mandato. Neste caso em questão, caberia investigação.”

Janot afirmou ainda:

“O que eu entendi é que a Polícia Federal seria o primeiro órgão impactado, mas que outros órgãos também seriam. O início dessa pandemia [institucional] começou no Coaf, quando foi retirado do Ministério da Justiça, pois são os órgãos de controle que estão na mira do desmonte.”

Leia também: MORO FORA DO GOVERNO: NÃO ERA FAKE NEWS; É JORNALISMO

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 6 comentários