Janot: “Enquanto houver bambu, lá vai flecha”

De Rodrigo Janot, em palestra no 12º Congresso da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), em São Paulo, sobre o ritmo de trabalho até o fim de seu mandato na PGR:

“Enquanto houver bambu lá vai flecha. Até 17 de setembro a caneta está na minha mão. Dia 18 não está mais. Ainda bem. Vou continuar nesse ritmo que estou.”

Faça o primeiro comentário