Janot: “Ninguém vai passar recibo. Tem que se olhar a narrativa”

De Rodrigo Janot, ao alegar que denunciar o presidente da República não é algo que lhe dá prazer:

“Queria passar ao largo disso, mas tenho que cumprir minha missão.”

Ele relembrou uma frase antiga dentro da PGR para defender, segundo o G1, que as provas contra Michel Temer são mais do que suficientes para se apresentar uma denúncia.

“Não é possível que, para eu pegar um picareta, eu precise tirar uma fotografia dele pegando a carteira do bolso de outro. Ninguém vai passar recibo. Esse tipo de prova é satânica, é quase impossível. Tem que se olhar a narrativa.”

Ouviu, Lula?

Faça o primeiro comentário