Janot será ouvido no processo da delação da J&F

Rodrigo Janot será ouvido como testemunha, em 12 de novembro, no processo que trata da rescisão das delações premiadas de Joesley Batista e outros três executivos da J&F, informa o G1.

O então procurador-geral da República foi o autor do pedido de rescisão das colaborações, em setembro do ano passado.

Janot apontou omissão e má-fé dos delatores porque eles teriam deixado de informar sobre a suposta orientação prestada por Marcello Miller enquanto Miller ainda integrava o MP.

Joesley pediu que o ex-PGR fosse ouvido, e Edson Fachin atendeu. Depois dos depoimentos de testemunhas, o relator levará o pedido de rescisão da delação a julgamento no plenário do STF.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. O ex-PGR da ORCRIM do PT Rodrigo Janot e o Procurador Propineiro Marcelo Muller que venderam a LAVAJATO para os irmãos FRIBOI e fizeram Conspiração com as Organizações GLOBO ainda estão SOLTOS?

Ler mais 6 comentários
  1. O ex-PGR da ORCRIM do PT Rodrigo Janot e o Procurador Propineiro Marcelo Muller que venderam a LAVAJATO para os irmãos FRIBOI e fizeram Conspiração com as Organizações GLOBO ainda estão SOLTOS?

  2. Coitado do Janot… Armou aquela maracutaia com Joesley Batista e “nem sabia” que o Miller, seu braço direito, estava metido nela, certo? E O Antagonista embarcou naquela canoa furada com tudo…