JBS diz ter pago R$ 70 milhões em propina a governador do MS

Wesley Batista afirmou ao STJ que a JBS pagou, em 2015 e 2016, R$ 70 milhões em propina a Reinaldo Azambuja, o tucano que governa Mato Grosso do Sul, em troca de benefícios fiscais, informa a Folha.

Segundo ele e seu irmão, Joesley, os pagamentos foram tratados pessoalmente com Azambuja, que disputa a reeleição no estado.

O governador de MS e outros políticos e empresários foram alvos hoje da Operação Vostok, deflagrada por PF e MPF com autorização de Felix Fischer, relator do inquérito no STJ.

Fischer determinou a prisão temporária de 14 pessoas, incluindo um dos filhos de Azambuja, Rodrigo Souza. Também autorizou buscas e apreensões em três endereços vinculados ao governador, um dos quais seu gabinete de trabalho.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. O CNMP vai intervir não pode investigar colarinho branco e corrupção não !! Principalmente durante as eleições 😂 O CNMP deve ser extinto. Nunca funcionou para fazer o MP/SP trabalhar. Agora,

Ler mais 25 comentários
  1. O CNMP vai intervir não pode investigar colarinho branco e corrupção não !! Principalmente durante as eleições 😂 O CNMP deve ser extinto. Nunca funcionou para fazer o MP/SP trabalhar. Agora,

  2. Vida fácil desses bandidos!! Taí o pq do país não melhorar a qualidade de vida do seu Povo..!! Capitão, nova lei: nem político ,nem funcionários públicos podem tocar em papel moeda, só elet

  3. Depois do fracasso, exposição e desmoralização do golpe de estado de Janot – que O Antagonista tanto apoiou – qualquet coisa que aquela gentalha da JBS diga não vale um tostão furado…

  4. O que voces acham? Dá para reeleger um politico sujo com este? E como varios que estão aí querendo se reeleger também. O Brasil precisa ser limpo e tirar esse peso do povo! Bolsonaro, senadores e

  5. Beiçolaaaaa cadê você? Quanto abuso de autoridade! Não se pode mais receber 35 MILHOES de propina em paz nessa cleptocracia? Que absurdo! Onde vai parar o estado de direito dos GRANDES corruptos?