JD não poderá deixar o país sem autorização

Ex-assessor e laranja de Antonio Palocci, Juscelino Dourado foi libertado por Sérgio Moro, mas não poderá deixar o país sem autorização. O juiz determinou a apreensão de seu passaporte.

Ele terá de comparecer a todos os atos do processo e está proibido de deixar a residência por mais de 30 dias sem autorização.

Faça o primeiro comentário