JEC blinda Dilma

José Eduardo Cardozo, questionado pela Folha de S. Paulo sobre a mensagem de Marcelo Odebrecht em que ele alerta para o “risco da cta na Suíça chegar na campanha dela”, respondeu:

“Trata-se de uma mensagem lateralmente feita, em que nomes não são citados. Se isso é utilizado ou não é um problema dos investigadores.”

Como assim? Nomes não são citados? Há o nome do Feira – ou João Santana. Há o nome de Vaca – ou Vaccari. Há o nome de Edinho – ou Edinho Silva. Há o nome de Haddad – ou Fernando Haddad. E há, finalmente, o nome de JEC – ou o próprio José Eduardo Cardozo.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200