JEC será estraçalhado

Como de praxe, Miguel Reale Júnior não lerá nada.

Nos 30 minutos a que terá direito para utilizar a tribuna do Senado na madrugada do dia 10, fará um discurso com base em tudo o que a acusação destrinchou durante o longo processo de impeachment no Congresso – já são oito meses desde que Eduardo Cunha aceitou o pedido de afastamento de Dilma Rousseff.

As dezenas de reuniões nas comissões especiais – tanto na Câmara como no Senado – foram mais do que suficientes para a sustentação jurídica da peça acusatória.

Nesse embate final, será a vez de reforçar o desastre político provocado pelas fraudes fiscais de Dilma.

JEC será estraçalhado.