ACESSE

Jefferson: "Não vão me amordaçar com um pedaço de trapo de toga"

Telegram

Um dos alvos da operação de hoje da PF, no âmbito do inquérito das fake news que corre no STF, Roberto Jefferson chamou o ministro Alexandre de Moraes de “covarde” e disse que não vai se calar diante da “ditadura do Supremo”.

“Eles estiveram na casa da minha ex-mulher, mãe da Cristiane Brasil, de quem estou separado ha 22 anos. É tão covarde o Alexandre de Moraes que expediu busca e apreensão na casa da ex-mulher”, disse Jefferson em entrevista à Rádio Bandeirantes.

“É uma coisa familiar, é uma violência familiar cometida pelo ministro Alexandre de Moraes contra mim, minha família e minha ex-família.”

Ele disse também:

“Eu já plantei uma árvore, já escrevi um livro, já gravei um CD, tenho três filhos e seis netos. Já vivi o suficiente. Eu não vou me calar diante da ditadura do Supremo. Não vão me amordaçar com um pedaço de trapo de toga.  Pode rasgar a toga para fazer uma mordaça, que eu não silenciarei.”

Leia também: Bolsonaro: "Vou interferir. Ponto final"

Comentários

  • Renato -

    Pelo jeito o estrago foi grande

  • Nestor -

    STF CORRUPTO E MALDITO!!!!!!!!!!!!

  • Hermano -

    Roberto Jefferson, o Robertão da cepa viral Corruptusmors, hospedeiro antigo do sistema político brasileiro que assim com a AIDS pode ser amenizado mas nunca curado.

Ler 121 comentários