Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

João Amoêdo: "O Novo não tem identidade"

Para um dos fundadores do partido, a tendência é perder filiados e eleitores entre bolsonaristas e entre aqueles que não se simpatizam com o presidente
João Amoêdo: “O Novo não tem identidade”
Foto: Divulgação/João Amoêdo/Flickr

O Estadão noticiou hoje que o Novo já perdeu mais da metade de seus filiados.

João Amoêdo, um dos fundadores do partido e que deixou o comando da sigla em março do ano passado, disse a O Antagonista que o Novo “não tem identidade nem definição clara”, o que, no entender dele, explica a debandada.

“Você tem o partido em si se declarando como oposição ao governo e a favor do impeachment de Jair Bolsonaro, convocando para as manifestações de 12 de setembro. Mas, por outro lado, há mandatários relevantes que não endossam essa posição”, afirmou Amoêdo.

Ele acrescentou:

“Em um cenário extremamente polarizado, adotar uma postura dessa faz o partido perder filiados e eleitores dos dois lados. Quem não gosta do Bolsonaro não vê o partido unido como oposição. Já quem gosta do Bolsonaro também não vê muita unidade. Aí não tem jeito: perde-se dos dois lados.”

Ao Estadão, o atual presidente do Novo, Eduardo Ribeiro, disse que oscilações no número de filiados são “normais”.

Em entrevista ao Papo Antagonista em julho, Amoêdo falou da base bolsonarista no Novo: reveja aqui.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO