João Santana: pagamentos da Odebrecht começaram em 2006

João Santana confirmou ao juiz Sergio Moro que pediu a Lula e Antonio Palocci que não fizessem caixa 2 na campanha de 2006, por causa do escândalo do mensalão.

“Falei para o Palocci e ele concordou na primeira conversa, daquela forma diplomática de ser dele. Mas dois meses depois, ele sentou comigo e disse que seria impossível. Falou: ‘Mas tem uma forma segura para pagar não oficial. Você tem conta no exterior?”

Com a confirmação do marqueteiro, Palocci lhe apresentou então a Odebrecht. “É de absoluta confiança.” Segundo ele, tudo o que recebeu da Odebrecht foi recurso não contabilizado – propina, no caso.

 

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 2 comentários
  1. Ainda bem que existe o site O Antagonista, que nos informa sobre esses depoimentos importantíssimos
    Enquanto isso, naquele lixo chamado Folha de São Paulo/UOL, só se fala do Deltan, do Moro e do Bretas, naquela estória do auxílio moradia
    Vejam lá: não falam nada dos depoimentos do João Santana e da Mônica Moura. Só ficam batendo na tecla do auxílio moradia do Moro, do Bretas e do Deltan