Joaquim Barbosa 2022

A campanha de 2022 está reciclando os nomes de 2018.

Só faltava Joaquim Barbosa – mas agora já não falta mais.

Segundo o UOL, o ex-ministro do STF “articula nos bastidores seu apoio para a disputa de 2022 com uma prioridade em mente: tirar o presidente Jair Bolsonaro do poder (…).

Nas eleições, a intenção do ex-ministro é dar o peso de seu nome à esquerda para derrubar Bolsonaro nas urnas. Para atingir esse propósito, não descarta apoiar eventual candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mesmo duvidando que o petista saia candidato”.

Tirar Jair Bolsonaro do poder é uma necessidade. Mas Joaquim Barbosa não pode apagar o mensalão – como o próprio Bolsonaro fez com Valdemar Costa Neto – e enfiar Lula em seu lugar.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
TOPO