Joesley diz que não foi orientado pela PGR para gravar Temer

Joesley Batista disse que “não recebeu orientação do ex-procurador Marcelo Miller para gravar conversa com o presidente Michel Temer”, informa O Globo.

Essa é a versão que ele deve estar repetindo agora, em depoimento à subprocuradora-geral da República Cláudia Marques.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Ler mais 22 comentários
    1. Joeleys mil podem falar o que quiserem, tanto faz. Nem uma letra sequer pode ser aproveitada. E as pseudo provas são fajutas, inúteis, ilícitas, por terem sido obtidas com a participação orientadora de um procurador do MPF, da facção da Lava Jato de lá.

    2. ELES PODEM GRITAR O QUANTO QUISEREM…
      NINGUÉM ACREDITA NELES…
      DEPOIMENTOS AGORA…
      SÓ COM DETECTOR DE MENTIRAS…
      SÃO PREDADORES ESCOLADOS….
      MANIPULADORES BEM TREINADOS…
      VIGARISTAS!!!!

    3. Hahahahaha. Conta outra.
      Aliás, alguém sabe porque o vídeo da edição de ontem do “É da Coisa”, do Reinaldo Azevedo, foi removido do YouTube?
      Foi ordem judicial obtida por algum desses picaretas?

    4. Saudades do tempo que denunciei os Antagolpistas pelo golpe do PT + Enganot + STF…. Fui chamado de MAV do Temer. Agora que a farsa foi escancarada, tentam amenizar a situação com notícia patéticas do criminoso açougueiro. Que tal esta, MAVs do Janot?

      Janot possa a régua, e diz que não encontrou nada contra Dilma.

      1. essa historia de golpe ja era… agora com os próprios “amigos” do Lula contando tudo, mesmo assim ainda “acreditam” que esse Luladrão e comparsas são vitimas…. ou é muito burro ou ta no esquema…

    5. As datas dos acontecimentos, hoje de conhecimento público, desmentem essa declaração. Quando da gravação de Temer, as provas indicam que Miller já estava em contato com os “Irmãos Picanha na Brasa”. Não conseguiram evitar a prisão, até porque as instituições envolvidas estão ávidas para que isso aconteça, como forma de evitar mais críticas ao sistema e satisfação à opinião pública e, bem assim, minimizar as “trapalhadas” de Janot, PGR, MPF, STF.

    6. O melhor comentário:
      .
      ” Elias Cury disse: 7 de setembro de 2017 às 10:47
      .
      Se o Joesley disse,então é isso mesmo,afinal o dono da JBS merece toda credibilidade da imprensa.
      Será que eu vivo num país de loucos insanos?”

    7. Marcelo Müller pediu exoneração do MP no final de fevereiro. Não está claro que aí já estava comprometido com Joesley e companhia? Porque sairia do MP em fevereiro? E seu mentor, Janot, nada sabia então? Por que ninguém faz essa pergunta? Será porque não interessa fazer?

    8. Certo… vamos esquecer todos os trechos do áudio acidental.

      “Eu pego o Temer e você pega o Zé Eduardo Cardozo”
      “Nós vai virar amigo dessa PGR, funcionário desse Janot”
      “Vamos colocar o Marcelo (Miller) de garçom aqui em casa? Será que ele topa? Tenho certeza que sim.”
      Ricard: “Já combinei com o meu chefe, o Marcelo”. .. Joesley: “Seu chefe? Peraí, ele é meu chefe também! Me inclui nessa! “

    9. Ele pode ser um bandido como dizem, mas os “servidores ” públicos são mais ainda, pois são eles que exigem que paguemos propina…!!!
      Vá tirar um habite-se em alguma prefeitura pra vocês verem…!!! Todos sabem disso!!!

    10. A Globo Canalha não cansa em defender esses BANDIDOS! Gente ordinária! Haja dinheiro de picanha! Todos afundados na lama! Esse Joesley tinha que sair dali algemado e dentro de um camburão. Mas não tem santo nessa PGR também.

    11. Não foi mesmo.Foi por Miller,com conivência velada de Janot.O dedo de Miller aponta para a falta de ética do Janot.Miller mais que ninguém sabia dos alvos desejados por Janot,obviamente.