ACESSE

JOESLEY GASTOU MEIO BILHÃO COM DOIS JATINHOS E DEU CALOTE NO CORRETOR

Telegram

Contratada por Joesley Batista para intermediar a compra de dois jatos Gulfstream num total de R$ 450 milhões, a empresa Elijet Participação cobra agora na Justiça a comissão pelo negócio: R$ 32,6 milhões.

O Antagonista obteve cópia da ação de execução, que traz um instrumento de confissão de dívida assinado pelo dono da JBS, que deixou a cadeia na semana passada.

No processo, os donos da empresa alegam que a primeira contratação para a compra de um Gulfstream GV-SP 550 foi “verbal” e que Joesley deixou de pagar a corretagem.

Para evitar novo calote, foi feito um contrato para a aquisição da segunda aeronave, ainda mais moderna, o Gulfstream 650-ER – então o jato executivo mais moderno do mundo.

Mesmo assim, Joesley não pagou o devido.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 64 comentários