ACESSE

Joesley recua na última hora de acordo com a PGR

Telegram

Na última hora, Joesley Batista, Wesley Batista e Ricardo Saud recuaram do acordo que fechando com a PGR para repactuar sua delação premiada, informa Fabio Serapião na Crusoé.

O gabinete de Augusto Aras dava como certa a assinatura do termo, com a previsão de uma multa de R$ 2 bilhões. Pelo acerto, o valor seria destinado ao Ministério da Saúde para financiar as ações contra a pandemia do novo coronavírus.

Procurado pela revista, o advogado André Callegari, que atua na defesa dos empresários, não explicou a razão da desistência de última hora. Ele disse que não se manifestaria sobre o caso.

Leia a reportagem:

De última hora, Joesley recua de acordo com PGR; R$ 2 bi iriam para ações contra o coronavírus

 

 

Leia também: "A estupidez polarizada que assola o Brasil".

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 34 comentários