Joice é condenada por erro em livro da Lava Jato

Telegram

Joice Hasselmann foi condenada a pagar R$ 20 mil por danos morais ao empresário Hermes Freitas Magnus, primeiro denunciante da Lava Jato, informa a Época.

Maguns pedia R$ 2 milhões, mas o juiz André Augusto Salvador, do Tribunal de Justiça de São Paulo, reduziu o valor.

O empresário processou a deputada e a editora Universo dos Livros por ter sido citado como delator no livro “Delatores — ascensão e queda dos investigados na Lava Jato”, escrito por Joice e lançado em 2017.

EXCLUSIVO: A DELAÇÃO COMPLETA DE PALOCCI. Saiba mais

Magnus, no entanto, não é delator, mas denunciante. Ele alega que o erro de Joice causou-lhe “humilhação pública” e “grande sofrimento”.

Comentários

  • Manoel -

    Sempre cito Hermes Magnus como a prova viva da dificuldade que era para se denunciar alguém do sistema,ficou de 2008 até 2013 para ser considerado, contradizendo a versão que Lula tinha melhorado a

  • Maria -

    Fofolete se deu mal...Será que vai pedir o dindin pro Dória ???

  • Kalá -

    Claro que é denunciante. Peppa analfabeta.

Ler 24 comentários