Jucá: “É preciso tocar o país”

Romero Jucá, por enquanto, não quer comentar a prisão de Geddel Vieira Lima.

“Isso não pode ser encarado como a única pauta. É preciso tocar o país”, disse o presidente do PMDB, conforme registro do Estadão.