Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Judiciário gastou R$ 338 milhões com auxílios e bonificações a juízes em 2021

Levantamento de O Antagonista mostra que valor representa quase 10% do total pago como salário a magistrados
Judiciário gastou R$ 338 milhões com auxílios e bonificações a juízes em 2021
Foto: pexels

Até o momento, em 2021, o Judiciário pagou R$ 338,3 milhões em auxílios aos juízes brasileiros. O valor corresponde a 9,6% dos R$ 3,6 bilhões pagos como salário a esses magistrados.

O levantamento feito por O Antagonista considerou todos os tipos de adicionais listados na prestação de contas dos tribunais ao Conselho Nacional de Justiça.

Dos mais de R$ 338 milhões, R$ 86,7 milhões (26%) são referentes a auxílio-alimentação. Em seguida estão os R$ 78,9 milhões (24%) gastos com saúde e os R$ 77 milhões (23%) com indenizações.

Os outros 28% são divididos, nessa ordem, entre despesas não especificadas, abonos e bonificações, auxílio-educação (que inclui custeio de pós-graduação), reembolsos de telefone, transporte e diárias, além de gastos menores, que vão desde auxílio-natalidade até reembolso por vacina contra Covid.

Mas os valores devem aumentar, pois muitos tribunais não enviaram prestações de contas dos cinco meses já encerrados de 2021.

Infogram
O Antagonista mostrou mais cedo que há deputados interessados em incluir o Judiciário na reforma administrativa (leia mais sobre o assunto aqui).

A proposta enviada pelo governo extingue férias de 60 dias por ano e aposentadoria compulsória como punição, além de benefícios como adicional por tempo de serviço, gratificações e auxílios-moradia, alimentação e saúde.

Do total gasto com penduricalhos, quase 90% vêm dos tribunais de justiça, que representam 65% de toda a estrutura do Judiciário brasileiro.

Infogram

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO