Juiz antagoniza em Piracicaba

Bruno Prata, morador de Piracicaba, usou a seção de cartas de um jornal local para desabafar e chamou os petistas de “meliantes”. O diretório municipal do PT resolveu processá-lo e o cidadão acabou condenado…

Mas a sentença do juiz Eduardo Velho Neto, da 1ª Vara Cível local, é uma vitória para todos os brasileiros.

Além de estabelecer em apenas R$ 1 a indenização a ser paga por Prata, Velho Neto ainda tripudiou da queixa petista. “Ouso dizer que o PT é o único partido, quer em âmbito Nacional ou Internacional, que tem, dentre seus filiados, a única alma pura existente na face da terra”.

Leiam abaixo a sentença-manifesto do magistrado-antagonista.