Juiz de Minas manda soltar assessor do ministro do Turismo

O juiz eleitoral Renan Chaves Machado, de Minas Gerais, mandou soltar hoje assessor especial e dois ex-auxiliares do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, registra a Folha.

Estavam em prisão temporária desde a última quinta-feira em razão das investigações sobre as candidaturas laranjas do PSL de Minas Gerais: Marcelo Von Rondon, assessor especial e braço direito do ministro, além de Roberto Soares e Haissander de Paula, ex-assessores e que trabalharam na coordenação da campanha do político.

É incrível que Marcelo ainda seja ministro.

Comentários

  • ANDRE -

    Tem que demiti-lo já...

  • Rogério -

    O incrível mesmo é ainda existir um ministério do turismo.

  • Mary -

    Soltou bandido é bandido.

Ler 19 comentários