Juiz manda soltar homem preso por incitar seguidores a agredir Bolsonaro

Juiz manda soltar homem preso por incitar seguidores a agredir Bolsonaro
Foto: Alan Santos/PR

O juiz federal Lincoln Rodrigues de Farias, de Uberlândia (MG), concedeu hoje liberdade provisória a João Reginaldo da Silva Júnior, preso durante a madrugada de hoje por postar, ontem, incitação a atentado contra Jair Bolsonaro, que visitou hoje a cidade.

Como mostramos mais cedo, João Reginaldo publicou no Twitter o seguinte post: “Gente, Bolsonaro em Udia amanhã… Alguém fecha virar herói nacional.”

Em resposta, ao menos outros três seguidores mencionaram a possibilidade de agressão ao presidente. “Só preciso da arma”, postou Rubens Avendano Ferreira.

A inteligência da Polícia Militar de Minas passou a procurar todos, antes da chegada de Bolsonaro, pela manhã, mas só conseguiu prender João Reginaldo.

Na decisão de soltura, o juiz considerou que, como Bolsonaro já deixou Uberlândia, não há mais risco de atentados.

“Não há risco manifesto e concreto para a ordem pública, prejuízo para ainstrução criminal e nem dificuldade para aplicação da lei penal”, escreveu.

João Reinaldo continuará sendo investigado. Deverá comparecer a todos os atos do inquérito e não mudar de residência sem prévia autorização judicial.

Leia mais: Guedes e seu ideário foram inteiramente soterrados pelos planos de sobrevivência política do presidente da República e da sua própria reeleição
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO