"Juiz não enfrenta crimes, não é agente de segurança pública", diz ministro do STJ

Telegram

No quarto e último voto para soltar Michel Temer, o presidente da Sexta Turma do STJ, Nefi Cordeiro, fez uma dura crítica aos juízes que se consideram “heróis”.

Não falou o nome de Marcelo Bretas, mas o recado foi claro:

“Não se pode prender por desejos sociais de justiça instantânea. Juiz não enfrenta crimes, não é agente de segurança pública, não é controlador da moralidade nem dos destinos da nação. Deve conduzir o processo pela lei e pela Constituição. Somente ao final do processo, reconhecer a culpa ou declarar absolvição. Não é símbolo de combate à criminalidade.”

Comentários

  • Moacir -

    O recado tb foi dado para o antigo juiz de Curitiba?

  • Marcus -

    ciumada, pura. a vaidade se exterioriza, facilmente, na fade do ministro. Alias, a ciumeira não é só dele, no STF Gilmar, Tofolli, Lewandowisk, Alexandre e Marco Aurélio, morrem de ciumes da Lava

  • Ricardo -

    O curioso é que esse Néfi nunca foi juiz. Deve ser por isso que tem inveja dos que honram a profissão.

Ler 163 comentários