Juiz nega revogar prisão de presidente do PROS

O juiz Heitor Moura Gomes, de Marabá (Pará), rejeitou revogar o mandado de prisão temporária de Eurípedes Júnior, o presidente do PROS, informa Camila Bomfim, da TV Globo.

Eurípedes teve a prisão decretada na Operação Partialis, que apura desvio de recursos em licitações no Pará. Hoje, apresentou-se à PF, mas não foi preso porque a lei eleitoral impede prisões nesta época, exceto em casos de flagrante.

Ao negar o pedido da defesa do presidente do PROS, o juiz Gomes escreveu que sua atitude foi “voluntariedade travestida de um ‘fazer de conta'” e que sua “suposta disposição” de dar esclarecimentos à PF “não se mostrou verdadeira”.

Livre-se das fake news. Assuma você mesmo o controle do que realmente interessa saber. Saiba mais AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 14 comentários