Juiz rejeita pedido de liberdade de Eduardo Cunha

Vallisney Oliveira, o juiz da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, rejeitou um novo pedido de liberdade do ex-deputado federal Eduardo Cunha, preso desde 2016, relata o G1.

Na decisão, o juiz manteve a prisão preventiva decretada em 2017 na Operação Patmos, baseada na delação premiada de executivos da JBS.

Em depoimento, Joesley Batista disse que pagava propina para o ex-presidente da Câmara permanecer em silêncio a respeito de supostos delitos cometidos por Michel Temer.

O ocaso de Maduro: vai sair ou 'ser saído'? Leia aqui

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler comentários
  1. antonio carlos zamith junior disse:

    meu herói sujo não tem perdão e piores são absolvidos no STF.

  2. Alberto disse:

    CUNHA SEU FILHODAPUTA, OU VOCÊ DELATA SUA QUADRILHA, OU VÁS MOFAR NA CADEIA!

  3. cris disse:

    Conforme disse em comentário anterior, "há juízes e juízes", certo?

  4. A verdade nua e crua disse:

    Eduardo Cunha é uma figura patética...

  5. Adão S Dellavequia disse:

    É só virar pré-candidato, Cunha burro...

  6. Antonio Carlos disse:

    Por que ainda não se lançou pré-candidato?

  7. Fernando Costa da Silva disse:

    Vallisney Oliveira, esse parece ser juiz.

  8. ChrisP/SP disse:

    Ué, alguém explica!!!! Por que foi o Juiz Substituto - Ricardo Leite que julgou a tal absolvição de Lula, se o titular é o Juiz Vallisney Oliveira da 10o. Vara de Brasilia ????