Juíza barra discursos para 'promoção pessoal' de França

A juíza Alessandra Laranjeiras, da 14.ª Vara da Fazenda de São Paulo, determinou liminarmente que Márcio França se abstenha de discursar em eventos públicos com o “cunho de promoção pessoal”, informa Fausto Macedo.

Sob pena de multa de R$ 5.000 para cada ato de desobediência, a juíza também determinou a retirada das páginas oficiais do Palácio dos Bandeirantes de vídeos com um discurso do governador em evento no interior paulista.

A ação foi movida por advogados da pré-campanha de João Doria –o tucano é um dos principais adversários do pessebista na disputa pelo Bandeirantes.

Comentários

Os comentários estão desabilitados