ACESSE

Juíza decreta prisão de alvo da Lava Jato por deixar de pagar pensão alimentícia

Telegram

A juíza Ana Cristina Nascif Dib Miguel, da 6ª Vara de Família do Rio, acaba de decretar a prisão de Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomércio que é investigado pela Lava Jato.

Diniz chegou a ser preso no âmbito da operação que desbaratou o esquema criminoso montado por Sergio Cabral, mas acabou solto por decisão de Gilmar Mendes.

O ex-dirigente da Fecomércio, que também é suspeito de desviar recursos do Sistema S para grandes bancas de advocacia, alegou à Justiça que está com seus bens bloqueados e que “voltou a trabalhar no açougue de sua família”.

Para a juíza da 6ª Vara, “os argumentos trazidos pelo alimentante não são suficientes para justificar a inadimplência em relação ao sustento da própria filha”. A prisão tem prazo inicial de 30 dias.

VINGANÇA EM FAMÍLIA E NOVAS REVELAÇÕES PARA A LAVA JATO. Leia aqui

Comentários

  • Carmen -

    Uma vez pilantra...sempre pilantra. Amiguinho de Gilmar Mendes....dizer o quê?

  • MIRIAM -

    Uma das únicas poucas coisas que dá cadeia no Brasil: deixar de pagar pensão alimentícia. O resto... só com sorte.

  • Mauro -

    Será que agora o gigi beiçola vai soltá-lo?

Ler 29 comentários