ACESSE

Juíza quebra sigilo de agressor de Bolsonaro

Telegram

A juíza Patrícia Alencar Teixeira de Carvalho, da 2ª Vara Federal de Juiz de Fora, quebrou o sigilo de dados de quatro aparelhos celulares e de um notebook usado pelo agressor de Jair Bolsonaro, informa Camila Bomfim, da TV Globo.

Até o momento, não há decisão sobre quebra de sigilo bancário.

Investigadores dizem que há a “possibilidade de o agressor ter recebido treinamento ou auxílio de organização criminosa”.

Leia mais: o que estão escondendo de você nesta eleição? Clique aqui e descubra

Comentários

  • Jose -

    Está dificil viver neste Brasil agora dominado pelas mentiras da imprensa marrom

  • Albano -

    Qual é a maior organização criminosa diretamente interessada em eliminar Bolsonaro.... nao é o PCC....

  • Alberto -

    É fake cara. Já foi desmentido.

Ler 136 comentários