Juíza quebra sigilo de agressor de Bolsonaro

A juíza Patrícia Alencar Teixeira de Carvalho, da 2ª Vara Federal de Juiz de Fora, quebrou o sigilo de dados de quatro aparelhos celulares e de um notebook usado pelo agressor de Jair Bolsonaro, informa Camila Bomfim, da TV Globo.

Até o momento, não há decisão sobre quebra de sigilo bancário.

Investigadores dizem que há a “possibilidade de o agressor ter recebido treinamento ou auxílio de organização criminosa”.

Leia mais: o que estão escondendo de você nesta eleição? Clique aqui e descubra

Comentários

  • Jose -

    Está dificil viver neste Brasil agora dominado pelas mentiras da imprensa marrom

  • gil -

    Em comunicado à imprensa, a igreja Testemunhas de Jeová no Brasil disse que não contratou os advogados e que nem Adélio nem sua família são seguidores da igreja.

  • MOACIR -

    Como pode um desempregado ter 4 celulares e um notbook ?, alguém duvida da cumplicidade e orientação da orcrim esquerdista ?

Ler 136 comentários