Juíza vetou declarações públicas de Lula no enterro do neto

A Justiça retirou hoje o sigilo da decisão da juíza Carolina Lebbos que, em 1º de março, autorizou Lula a sair da prisão em Curitiba para ir ao velório do neto em São Bernardo.

Lebbos condicionou a liberação do petista à proibição de que ele fizesse declarações públicas.

O documento divulgado hoje também afirma que Lula, seu advogado e Gleisi Hoffmann haviam se comprometido a não divulgar informações sobre o deslocamento nem convocar manifestantes ou militantes para o cemitério.

A juíza cita ainda a anuência do MPF e da PF para atender ao pedido de Lula.

O ocaso de Maduro: vai sair ou 'ser saído'? Leia aqui
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO