Juízes de Minas Gerais são alvo de operação da PF

Juízes de Minas Gerais são alvo de operação da PF
Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal deflagrou hoje uma operação para investigar peculato, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa envolvendo dois juízes que atuavam na 3ª Vara Cível de Sete Lagoas, em Minas Gerais.

Segundo as investigações, eles participavam de um esquema de cobrança de propina em processos judiciais de falência.

“Os valores que pagavam pelos créditos falimentares eram bastante baixos, em virtude do alto risco de receberem muito pouco ou mesmo nada em retorno; mas a recompensa se multiplicava, pois, após subverter completamente o processo, o magistrado determinava o pagamento desses créditos, em proporção bem acima do esperado e em detrimento dos demais credores – Fazendas Federal, Estadual e Municipal incluídas”, diz a PF, em nota.

Policiais cumprem 26 mandados de busca e apreensão. Também são alvos advogados, administradores judiciais de falência, um servidor da Justiça e empresários.

Leia aqui a reportagem da Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
TOPO