Juízes trabalhistas exaltam “atuação destemida” de Moro contra criminalidade

Juízes do Trabalho de Brasília divulgaram nota de apoio a Sergio Moro, que já foi assinada por um total de 80 magistrados trabalhistas brasileiros.

Eles parabenizam o juiz federal “pelo convite formulado pelo Excelentíssimo Senhor Jair Messias Bolsonaro, Presidente-eleito, bem como pela aceitação por Sua Excelência para o exercício da digna função de Ministro de Estado da Justiça”.

“É imperioso ressaltar sua atuação firme, serena e destemida contra a criminalidade e especialmente contra a corrupção por mais de duas décadas, fato que honrou toda a magistratura nacional, pelo qual seremos sempre muito gratos. Sua escolha de ascensão ao Ministério da Justiça, precedida de profunda reflexão quanto à forma de continuar a contribuir para o país, demonstra seu elevado espírito público já reconhecido na magistratura federal, não só no Brasil, como muito além de nossas fronteiras, fruto de sua contínua formação de jurista criminal.

Reafirmamos, assim, nossa confiança e esperança de que seu notável saber jurídico contribua ainda mais para que as políticas públicas de punibilidade e justiça se façam mais efetivas em nosso país.”

Confira o nome dos 80 signatários: AQUI.

Parte da grande imprensa está torcendo contra o futuro governo Jair Bolsonaro. Entenda AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. roberto disse:

    Como diz o Ditado:"Puxa-saco só perde para baba-ovo". Com a extinção do MT,essas V.Exas. do TST, TST e toda estrutura estão é se borrando de medo de perderem a mamata na faxina que se aproxima.

Ler comentários
  1. Luciano disse:

    A questão não é simples adesismo. Há muitos juízes do trabalho que não são "vermelhos". São estes que assinam a lista.

  2. valdir disse:

    Moro é hoje patrimônio nacional. Sem dúvida a personalidade do século no Brasil.

  3. Hammer disse:

    Juizes trabalhistas?, estão fazendo apenas uma média, a atividade deles é inútil e onerosa a nação, um fim do TST iria fazer uma bela economia, seria um efeito em cascata nos estados, positivo.

  4. Marcos disse:

    isso sim que é uma lista de respeito. tem muito mais peso do que a dos ""juristas pela democracia"" (incluindo o maior defensor de bandidos do mundo, o Kakay). avante moro! avante bolso!

  5. Edu disse:

    Diminuiu tanto as reclamações trabalhistas por causa da Reforma Trabalhista que até sobra tempo para os juízes do trabalho divulgarem nota de apoio ao Sérgio Moro.

  6. JoãoI disse:

    Que rasgação de seda! O correto e justo seria extinguir a justiça do trabalho de forma gradual e incorporar os magistrados na justiça comum.

    1. João I, é o que vai acontecer e já está acontecendo após a reforma trabalhista do Presidente Temer!

  7. Joca disse:

    Esses juízes fazem parte do que é mais atrasado e anacrônico. É cilada, Bino.

  8. Ivo disse:

    Bando de comunas de toga, contra empreendedorismo e desenvolvimento, muita reserva com esse tipo de manifestação.

  9. Alberto disse:

    O ministério pode acabar, mas a justiça do trabalho jamais. O trabalhador de verdade precisa e proteção. Alô! Trabalhador é o lado mais fraco