Jungmann abate ideia de Witzel de usar snipers

Raul Jungmann afirmou hoje que o uso de atiradores de elite contra criminosos com fuzil não está previsto na lei hoje.

A ideia é do governador eleito do Rio, Wilson Witzel.

Leia em Crusoé:

Jungmann abate ideia de Witzel de usar “sniper”

Você precisa entender o governo Bolsonaro. Mas não conte com a grande imprensa. Leia AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 187 comentários
  1. Já existe a lei do abate, para aviões que entram no espaço aéreo sem identificação, que votem lei para matar bandidos em poder de armas de guerra, que atingem a população diariamente como no R

  2. Ainda ter que aguentar este COMUNISTA 2 meses é demais. De qualquer forma, antes tarde do que nunca. Será lembrado como um qualquer colocado num posto estratégico para defender a ORCRIM.

  3. Uai! Mas quem iria imaginar que um dia os bandidos usariam armas mais avançadas que as forças do Estado? É só mudar a lei, se um cabra está portanto um fuzil, boas intenções ele não tem! Bala!

  4. Tá na hora desse senhor Jungmann rapar fora! Ninguém aguenta mais as declarações desastrosas e ameaçadoras. Quem colocar esse cara pra ser porteiro de prédio, nunca mai ganha eleição pra nada.

  5. O Jungman não tem culhões para tocar uma ideia dessas. Também não é ele que vai a campo enfrentar bandido armado com fuzil postado em posição privilegiada de tiro. Muito faz quem não atrapalha

  6. Semana passada policia foi proibida de entrar numa Universidade pra impedir uma campanha eleitoral irregular. ilegal! Ou seja, criaram um gueto onde a Lei nao pode ser cumprida! Liberdade total garan

  7. Edu so tem um problema , quase 45 milhoes de brasileiros apoiam a impunidade de bandidos e rejeitam o desarmamento deles. Então se esse novo congresso nao mudar essa lei… nada vai mudar

  8. O novo governador precisa entender que aqui no Brasil, so bandido pode ABATER policial… eles ficam com seu Ar 15 qual policial eles vão ABATER hoje e amanha de depois…e ai de quem atrapalhar

    1. Exatamente. Os bandidos entendem que têm o direito de abater qualquer um; nada mais justo que a justiça criar uma lei para permitir abatê-los

  9. Tem que abater mesmo. Ninguem pediu opinião desse comunista. A atribuição que lhe cabe, não foi cumprida. Quem ordenou ataque contra Bolsonaro? Quais os gabinetes que Adélio visitou na Câmara?

  10. esse jungmann no ano que vem aonde vai estar ah ele tambem vai ter que dar um monte de explicaçoes pra nova justça que vai comandar o brasil chega dessa gente defensora de bandido.adeus lobo solitar

  11. BANDIDO COM FUZIL….. pode? Policia vai lá trocar tiros com criminosos com armamento de guerra, fuzil, metralhadora, granada e o policial 38 ? 9mm ? A população está pagando com balas de fuzil.

  12. Mas pode-se atirar dardos com soníferos fortes, daqueles que se usa para imobilizar rinocerontes, elefantes etc? Não mata, não fere, e ainda pode dar uma ‘onda’ legal no bandido.

  13. Hoje a lei só prevê a vitimização de bandidos e assassinos, com o relaxamento das penas e premiação dos criminosos com visitas íntimas, saidinhas da cadeia, ócio e redução criminosa das p

  14. Esse cidadão se diz consultor empresarial!! É Deputado Federal. Não sei qual a capacitação dessa pessoa para dizer que um policial não pode abater alguém usando armamento restrito.

  15. E tem alguma lei que bandido pode portar fuzis e metralhadoras livremente. Essa gente defende bandido com muito amor. Vai ser lembrado como defensor de bandido e não de trabalhadores honestos.

  16. Além de Jungmann não ter curso superior, creio que o magistrado Witzel está mais preparado para tratar do assunto, como já demonstrou na entrevista a um painel da esquerda caviar na Globo News.

  17. É uma idéia de jerico! Como sempre, o cidadão irá sofrer a represália dos bandidos. A lei para o policial poder abater quem portar fuzis (não guarda-chuvas) já vai dar bom resultado.

  18. Simples,muda-se ás leis.Nós vivemos anualmente uma Guerra Civil,Não declarada.Tem que se dar um fim nisto,de qualquer forma,pois é desumano e assimétrico,não condizendo com os brasileiros.

  19. A Bandidagem tem menos de dois meses para repensar sua vida e resolver trabalhar. Depois disso, estará sujeita a formar um esquadrão de comedores de capim pela rauz. Sacou, PT ???

  20. No Brasil, tdos os princípios das leis estão invertidos. Pra começar é o Povo q tem d dizer o q o Estado pode ou não; e o q não está proibido tem d ser automaticamente permitido.

  21. ah tá, não está na lei a previsão “usar fuzil contra vagabundo.” Mas está na lei a legítima defesa, exercício regular de direito, estrito cumprimento de dever legal. Oras!!!!!

  22. Ministro Comunista , me responda, por favor: o que faz uma criatura com uma arma de guerra nas mãos? Vai rezar? O senhor sabe que é crime portar qualquer tipo de arma ? Tem que matar esses bandidos!

  23. Não Comunista, mas a PL do Medeiros que instituiu isto está na CCJ para ser votado e o Witzel disse que prefere perder tempo defendendo PM na Justiça que enterrar inocente abatido por bandido.

    1. Claro. O que hoje vigora é o estatuto do bandido: o Estado (a) não defende o cidadão, (b) impede que ele se defenda e (c) ainda o orienta a não reagir. Com outras palavras: morra bovinamente.

  24. Chama este ministro para uma reunião dá uma farda a ele, um 38 capenga e coloca ele para ajudar numa invasão contra o trafico. Aposto que em 20 minutos quer aprovar até bazuca e napalm.

  25. vale lembrar, que Jungmann é um comunista, age como o PT/PSOL, sempre foi um político, já Wilsom Witzel foi Oficial Fuzileiro Naval de carreira e Juiz Federal, Wtzel óbvio entende + que Jungmann

  26. Tem horas que o RJ parece Mad Max. Mas Jungmann ficará sem cargo ano que vem. Votações, em regime de urgência, pra adequar a lei às regras de engajamento dos militares, haverão. O povo quer.