Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Jungmann diz que teatro militar de Bolsonaro "vai ampliar derrota do voto impresso"

Ex-ministro da Defesa afirma que presidente tenta criar "ilusão" de que Forças Armadas apoiam suas ameaças ao sistema eleitoral

Raul Jungmann, ex-ministro da Defesa, diz que o desfile militar fora de época convocado por Jair Bolsonaro é sinal de fraqueza e terá efeito contrário ao esperado, no dia em que a Câmara analisa a PEC do Voto Impresso.

O presidente tenta com esse teatro criar a ilusão de que as Forças Armadas apoiam o seu constrangimento dos demais Poderes e ameaças. Não existe nada disso. As Forças Armadas estão de fato com a Constituição e não vão se afastar disso. E o presidente visa passar a impressão contrária”, diz Jungmann à Folha.

Para o ex-ministro, o episódio terá feito “triplamente desastroso”.

“Primeiro, porque vai ampliar a derrota do voto impresso na Câmara, que de forma alguma vai aceitar esse tipo de pressão. Segundo, o efeito desses fatos internacionalmente será desastroso, não tenho a menor sombra de dúvida. Terceiro, é uma manifestação não de força, mas de fraqueza, de ‘jus sperniandi’, de perdedor, que quer criar uma falsa impressão de que tem força para que não tem, que é tirar o Brasil dos trilhos democráticos.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO