Jungmann: Forças Armadas se opõem a quem ameaça a democracia

A invasão da Câmara ainda repercute em Brasília. Hoje, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou que “qualquer desrespeito ou ameaça que venha a ser feito ao regime democrático terá legalmente e constitucionalmente a oposição das Forças Armadas.”

A declaração, dada a jornalistas, foi uma resposta ao grupo que ocupou o plenário da Câmara ontem e, entre outras bandeiras, defendia uma intervenção militar.

Jungmann exigiu ainda “punição exemplar” a manifestações que ignorem o “método democrático”.

Faça o primeiro comentário