Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Justiça absolve irmãos Efromovich, denunciados na Lava Jato por corrupção

Donos do estaleiro Eisa foram acusados de pagar R$ 40 milhões em propinas por contratos com a Transpetro; para juiz, MPF não apresentou indícios dos crimes
Justiça absolve irmãos Efromovich, denunciados na Lava Jato por corrupção
Foto: Reprodução, Facebook

A Justiça Federal do DF absolveu nesta quinta-feira (16) os irmãos Germán Efromovich e José Efromovich, controladores do estaleiro Eisa, e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, registra O Globo.

Os três foram denunciados pela força-tarefa da Lava Jato em setembro de 2020, por um suposto esquema de pagamento de propinas em contratos de construção de navios feitos entre a Transpetro e as empresas dos Efromovich.

O MPF acusou formalmente os Efromovich de terem pago cerca de R$ 40 milhões em propinas a executivos da Petrobras para obter contratos com a Transpetro. Os irmãos chegaram a ser presos pela operação em agosto daquele ano, mas foram soltos três meses depois.

A sentença foi proferida pelo juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal. Para ele, as denúncias do MPF não apresentaram indícios dos crimes e extrapolaram o conteúdo da delação premiada de Machado.

Reis Bastos, lembra o jornal carioca, é o mesmo juiz que absolveu Michel Temer, Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima e outros réus na ação relacionada ao chamado Quadrilhão do MDB.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO