Justiça aceita denúncia da Pripyat

O G1 informa que a Justiça Federal do Rio aceitou a denúncia do MPF na Operação Pipryat. O juiz Marcelo Brêtas abriu ação penal contra cinco ex-dirigentes da Eletronuclear.

São eles Luiz Antônio de Amorim Soares, Luiz Manuel Amaral Messias, José Eduardo Brayner Costa Mattos, Edno Negrini e Pérsio José Gomes Jordani, além de ex-executivos das empreiteiras Andrade Gutierrez e da Engevix.

Eles vão responder pelos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e embaraço à investigação de organização criminosa.