ACESSE

Justiça aceita nova denúncia contra Renato Duque na Lava Jato

Telegram

O juiz Luiz Antonio Bonat aceitou nova denúncia da Lava Jato contra Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras apadrinhado pelo PT.

Desta vez, ele responderá por corrupção e lavagem por receber propina de R$ 3,9 da Multitek Engenharia, em troca de contratos de R$ 525,7 milhões.

Dono da empresa, o empresário Luis Alfeu Alves responderá pelos mesmos crimes. Segundo a força-tarefa, ele pagou propina a Duque entre 2011 e 2012 para obter contratos e aditivos.

A propina foi lavada com a ajuda dos irmãos Milton e José Pascowicht, por meio de contratos de prestação de serviços falsos, compra de obras de arte e reformas de imóveis — os dois fecharam acordo de delação e entregaram as provas.

“A acusação formulada descreve de forma clara e objetiva os crimes imputados, particularizando as condutas referentes a cada acusado, e apresenta diversas provas relacionadas às imputações”, escreveu Bonat na decisão.

Leia mais: Combo O Antagonista e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 6 comentários