ACESSE

Justiça autoriza prorrogação de segundo inquérito sobre facada em Bolsonaro

Telegram

O juiz Bruno Savino, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, autorizou a prorrogação do segundo inquérito que apura o eventual envolvimento de terceiros na origem do atentado cometido por Adélio Bispo de Oliveira contra Jair Bolsonaro, em 6 de setembro.

O pedido partiu da PF e foi corroborado pelo MPF. O prazo ainda será definido. No primeiro inquérito, a PF concluiu que Adélio agiu sozinho no dia do ataque.

O delegado Rodrigo Morais, porém, decidiu aprofundar as investigações em busca de conexões do criminoso. Uma das frentes de apuração, como revelou a Crusoé, é um possível envolvimento de membros do PCC.

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 26 comentários