Justiça bloqueia bens de Cabral, Pezão e Picciani

A juíza Roseli Nalin, da 15ª Vara de Fazenda Pública do Rio, determinou o bloqueio e a indisponibilidade de bens de seis políticos, entre eles Sérgio Cabral, Luiz Fernando Pezão e Jorge Picciani, informa a Agência Brasil.

Os seis são suspeitos de improbidade administrativa. A decisão partiu de um pedido do MP-RJ, que ajuizara em dezembro ação contra dez envolvidos em irregularidades nas doações às campanhas de Pezão, Cabral e deputados estaduais.

Nas contas bancárias, Pezão teve bloqueados R$ 31 milhões; Cabral, R$ 33 milhões; e Picciani, R$ 40 milhões.

O sucesso (ou insucesso) do 'posto Ipiranga' vai determinar se o Brasil se entrega ao passado de vez ou se nos lançamos ao futuro. LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Luiz disse:

    Olha os valores! Nem economizando 100% de seus salários a vida toda esses meliantes teriam tanto dinheiro. E isso é o que está aqui... O que está lá fora é 10 vezes mais... Vergonha!

Ler comentários
  1. Eduardo disse:

    É incrível que tenham demorado tanto pra investigarem e trancafiarem o Picciani. Até hoje não sei como escapou dos trabalho escravo na fazendas. Certamente um empregado levou a culpa.

  2. Claudia disse:

    isso inclui apartamento no leblon da detenta que tem aquele filho com idade suficiente pra pra ela voltar pra bangu?

  3. Rogerio disse:

    Como é fácil roubar neste país,como é dificil recuperar o produto do roubo.

  4. EDMUNDO disse:

    Picciani está solto? Como explicar isso. Gilmar laxante soltou.

  5. SPA disse:

    E os bens em nome de laranjas ? E os apartamentos no Leblon ? E os bens da dama Adriana Anselmo ?

    1. Calma o COAF vai funcionar. Fico imaginando que deve ter de gente sem dormir, ou jogando dinheiro na privada quando toca a campainha... 😂