Justiça boliviana anula ordem de prisão contra Evo Morales

Justiça boliviana anula ordem de prisão contra Evo Morales
Foto: Reprodução/Twitter

O presidente do Tribunal Departamental de Justiça de La Paz, Jorge Quino, anunciou nesta segunda-feira, 26, a anulação da ordem de prisão contra Evo Morales por sedição e terrorismo.

A denúncia do Ministério Público baseou-se numa conversa entre o ex-presidente da Bolívia e o narcotraficante Faustino Yucra, no qual Evo pede a Yucra que organize um cerco para barrar a entrada de comida na capital boliviana.

A anulação da prisão ocorre uma semana depois de Luis Arce, o poste de Evo, se eleger para a Presidência.

LEIA AQUI a reportagem da Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 21 comentários
TOPO