Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Justiça concede prisão domiciliar a Rei Arthur, foragido nos EUA desde 2017

Investigado pela Lava Jato, o empresário deve voltar ao Brasil em até 15 dias para se entregar às autoridades; caso será reavaliado daqui a 3 meses
Justiça concede prisão domiciliar a Rei Arthur, foragido nos EUA desde 2017
Foto: Reprodução

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) concedeu prisão domiciliar a Arthur Cesar Soares Filho (foto), conhecido como Rei Arthur. Investigado pela Lava Jato e foragido há mais de 4 anos nos Estados Unidos, o empresário teve prisão preventiva decretada em agosto de 2017.

A decisão foi tomada pela 1ª Turma Especializada do tribunal, que contrariou o voto da desembargadora relatora, Simone Schreiber, e aceitou, por maioria, conceder em parte o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa.

Ele é acusado de participação em fraudes em licitações e de ter pago propinas em contratos do governo do Rio de Janeiro durante a gestão de Sérgio Cabral.

Segundo o TRF2, medidas cautelares complementares serão estabelecidas junto à prisão domiciliar, como o uso de tornozeleira eletrônica. Após três meses, o colegiado reavaliará o caso. Se o réu não se apresentar no prazo de 15 dias, automaticamente será restabelecida a prisão preventiva.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO