Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Justiça confirma absolvição de empresário acusado de estuprar Mari Ferrer

O Tribunal de Justiça de SC entendeu que não há provas suficientes para comprovar que André Aranha cometeu o crime contra a influenciadora
Justiça confirma absolvição de empresário acusado de estuprar Mari Ferrer
Reprodução

O TJ-SC confirmou nesta quinta-feira (6) a absolvição do empresário André Camargo Aranha, acusado de estuprar a influenciadora Mariana Borges Ferreira, conhecida como “Mari Ferrer”.

Ela afirma que, em 15 de dezembro de 2018, quando trabalhava como embaixadora de uma festa na boate Café de La Musique, em Florianópolis, foi dopada e obrigada a ter relação sexual com o empresário.

O colegiado acompanhou o posicionamento do desembargador Ariovaldo Rogério Ribeiro da Silva, da 1ª Câmara Criminal, que conduziu a sessão. Ana Lia Carneiro e Paulo Sartorato entenderam que a acusação não apresentou provas suficientes.

A vítima ainda pode recorrer a instâncias superiores, como o STF.

Em setembro do ano passado, Aranha foi absolvido em primeira instância. Um vídeo gravado durante o julgamento gerou comoção nas redes sociais na época.

O advogado de André Aranha, Cláudio Gastão da Rosa Filho, desqualificou Mari Ferrer, exibindo imagens da jovem, e fazendo comentários pejorativos sobre sua conduta. Ele chamou as fotografias de “ginecológicas” e afirmou que “jamais teria uma filha do nível” de Mariana.

Mais notícias
Mais lidas
  1. Sergio Moro tinha razão

  2. O milagre italiano

  3. Ou Lula ou Lula

  4. O karaokê de MiCaixa

  5. Racha no Centrão

Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler comentários
TOPO