Justiça converte em preventiva prisão de ex-diretor do DER

A juíza Gabriela Hardt converteu em preventiva a prisão temporária de cinco dos seis investigados na 48ª fase da Lava Jato, incluindo Nelson Leal Júnior, o ex-chefe do DER paranaense, informa o G1 no estado.

A atual fase, batizada de Operação Integração, investiga crimes como corrupção, fraude em licitações e lavagem de dinheiro na gestão das concessões de rodovias federais no Paraná.

Leal é suspeito de editar atos em favor das concessionárias. Depois da prisão, ele foi afastado do cargo por determinação de Sergio Moro.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 1 comentários