Justiça do DF bloqueia R$ 3,1 mi de Crivella e mais oito

O juiz Renato Borelli, da 20ª Vara Federal do DF, decretou o bloqueio de mais de R$ 3,1 milhões de Marcelo Crivella e de outros oito investigados e uma empresa, todos citados em uma ação por improbidade administrativa, informa Fausto Macedo.

O atual prefeito do Rio é citado por supostas fraudes na época em que exercia o cargo de ministro da Pesca e Aquicultura de Dilma Rousseff, entre 2012 e 2014.

Na decisão, Borelli afirma haver “fortes indícios de irregularidades” num contrato entre o Ministério da Pesca e uma empresa de serviços de engenharia, que previa a instalação de vidros e portas, entre outros itens, na sede da pasta.

Clique AQUI para ler a íntegra da decisão.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO