ACESSE

Justiça do DF condena filhas de Roriz por lavagem de dinheiro

Telegram

O juiz Marcio Evangelista Ferreira da Silva, da 2ª Vara Criminal de Brasília, condenou a ex-deputada federal Jaqueline Roriz e Weslliane Maria Roriz Neuls — filhas do ex-governador Joaquim Roriz — a três anos de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro.

A pena poderá ser cumprida em regime aberto. Cabe recurso.

Em relação ao ex-governador, o processo foi extinto — já que Roriz morreu em setembro de 2018.

O magistrado julgou procedente a denúncia apresentada pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) no âmbito da Operação Aquarela.

Segundo os procuradores, Roriz interferiu no processo de liberação de um empréstimo de R$ 6,7 milhões do BRB para a construção do Residencial Monet, em Águas Claras (DF). Em troca, o ex-governador teria recebido 12 apartamentos, distribuídos entre seus familiares.

Ataque a Moro e à Lava Jato é fruto de ação hacker ampla e estruturada. Saiba mais

Comentários

  • Carmen -

    Beleza. Lava-Jato virou uma franquia.

  • Lili -

    Finalmente alguém da família Roriz condenado. Roriz estragou Brasília, formou seu "curral" eleitoral com distribuição indiscriminada de lotes sem qualquer planejamento urbano e muita roubalhei

  • Angela2 -

    Viram o que estou dizendo? Depois que Moro colocou um político corrupto na cadeia - outros juízes tomaram coragem de enfrentar o SISTEMA e passaram a condenar os corruptos!!!

Ler 6 comentários