ACESSE

Justiça do MT também impede 'drible' de Luciano Hang

Telegram

A Justiça do Mato Grosso negou um pedido de Luciano Hang para a loja Havan de Cuiabá funcionar com horário estendido.

Segundo a Folha, Hang tentava autorização para funcionar das 6h às 21h, horário estabelecido para supermercados e hipermercados.

 

A rede de lojas Havan passou a vender arroz e feijão para “driblar” a quarentena e colocar a empresa na lista de serviços essenciais.

Como mostramos, a Justiça de São Paulo também impediu Hang de fazer as lojas funcionarem como supermercados em municípios paulista.

Leia também: BOLSONARISTAS NA MIRA DO STF

Comentários

  • Maria -

    EITA SUJEITINHO VIGARISTA, SAFADO, SACANA. PUXOU AO CHEFETE BOLSONAZI...

  • SILVIO -

    O velho jeitinho brasileiro. Todos iguais só muda a mosca.

  • Sidnei -

    Esse folhetim de 5.a categoria e toda MÍDIA comunista não sabem mais o que fazer, quando não conseguem mais achacar os empresários. Só pensam em leva-Los a FALÊNCIA E OU CRIMINALIZA-LOS.

Ler 23 comentários