ACESSE

Justiça Eleitoral revoga prisão de fundador da Qualicorp

Telegram

A Justiça Eleitoral de São Paulo mandou soltar José Seripieri Filho, fundador da Qualicorp, e os demais investigados por caixa dois na campanha de 2014 do senador José Serra (PSDB-SP).

Além do executivo, foram soltos Arthur Azevedo Filho e Rosa Maria Garcia e foi revogada a ordem de prisão expedida contra o empresário Mino Mattos Mazzamati, que estava foragido, mas teve seu depoimento colhido hoje.

Em decisão da tarde de hoje, o juiz Marco Antonio Martin Vargas, da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, entendeu que a prisão não era mais necessária, porque todos já foram ouvidos no inquérito e as provas colhidas já foram catalogadas pela Polícia Federal.

Seripieri e os demais foram presos na terça, acusado de envolvimento num esquema de caixa dois para alimentar a campanha de José Serra (PSDB-SP) ao Senado, em 2014.

De acordo com as investigações, Seripieri, conhecido como Junior, fez pedidos de doações de R$ 5 milhões em favor de Serra a outros executivos ligados à Qualicorp. O senador, segundo a PF, nunca declarou as doações ao TSE.

Na decisão de hoje, o juiz atendeu a pedido da defesa de Seripieri.

Leia mais: Moro exclusivo: 'Um teste moral para o país'

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 35 comentários