Justiça espanhola desmonta a farsa do doleiro Tacla Durán

Telegram

O doleiro preferido de Lula, Rodrigo Tacla Durán, foragido na Espanha, gosta de dizer aos quatros ventos que é vítima de uma “mordaça” imposta pela operação Lava Jato e que o juiz Sergio Moro nunca teve interesse em ouvi-lo.

Mas um documento da Justiça espanhola obtido com exclusividade por O Antagonista revelou que, como era de se esperar, o choro do doleiro era fake news — assim como a acusação feita por ele de que Diogo Mainardi fora delatado pela Odebrecht.

Operação Lava Toga: a chance de limpar o Judiciário. SAIBA MAIS

Em 4 de dezembro de 2017, o Juízo Central de Instrução, da Audiência Nacional espanhola, tentou ouvir a vedete internacional do lulopetismo, cumprindo carta rogatória da Justiça brasileira.

Durán compareceu à audiência, mas permaneceu calado durante a sua realização.

Pelo visto, o foragido só gosta de falar em conluio com deputados petistas.

Comentários

  • Luiz -

    Vocês são tão desonestos que usa meias furadas. Ele ficou calado porque foi um pedido de interrogar pelo MP Que não compareceu a audiência como responder se os questionadores não foram vão ler.

  • Samuel -

    Otários que acreditaram no PT, e tem o Lula como o Paladino do Brasil.

  • Marcelo -

    Mas não foi pedido pela defesa do Lula para o tacla ser ouvido?,Mas até hoje não foi!

Ler 42 comentários