Justiça mantém bens de ex-diretor da Petrobras bloqueados

O TRF-3 manteve a indisponibilidade de bens do ex-diretor de exploração da Petrobras Guilherme Estrella, considerado o “pai” do pré-sal e ligado a José Dirceu, informa a Época.

A medida foi decretada em novembro, depois de Estrella, Graça Foster, José Sérgio Gabrielli e outros dirigentes da estatal terem sido denunciados pelo MPF por irregularidades na obra de uma unidade de fertilizantes em Três Lagoas (MS).

O bloqueio total de bens de pessoas e empresas é de R$ 155 milhões. O recurso analisado pelo TRF3 foi apresentado apenas por Estrella.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Esse tal de Estrella era presidente regional do PT e aplicou centenas de bilhões de dólares que gerou propinas de bilhão de dólares, mas ele não viu nada e não sabe de nada. Ele é um santo, os ladroes são os outros.

Ler mais 4 comentários
  1. Esse tal de Estrella era presidente regional do PT e aplicou centenas de bilhões de dólares que gerou propinas de bilhão de dólares, mas ele não viu nada e não sabe de nada. Ele é um santo, os ladroes são os outros.