Justiça nega acesso à delação de Palocci

A Justiça indeferiu interpelação do ex-ministro César Asfor Rocha para ter acesso à delação de Antonio Palocci, que o acusou de receber R$ 5 milhões da Camargo Corrêa para enterrar a Castelo de Areia.

O FIM DOS AMIGOS DA ONÇA NO PLANALTO. LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 6 comentários
  1. O mister de julgar é tão nobre, verdadeiro sacerdócio, que desvios sérios de conduta dos magistrados, resguardados os direitos do contraditório e da ampla defesa, deveriam ser punidos com pena de morte. Como atualmente um bandido pode matar 50 mas a Justiça se apieda dele, danem-se as vítimas, pelo menos poderia passar por um vexame público, tal como a perda da farda nas FA.
    Em tempo: e sem a mamata da aposentadoria proporcional, vergonha nacional.

  2. A MAIORIA DOS LADRÕES QUE SE DIZEM POLITICOS OU MINISTRO SÃO ADEVOGADOS –NÃO SÃO PROFESSORES DO ENSINOS BASICOS, PSICOLOGOS-ETC–QUASE 1OO POR CENTO ADEVOGADOS COMO ESSE LADRÃO ASFOR